/ Notícias

Confira nossas notícias

Conselho de Política Industrial Debate Indústria 4.0

29 de Setembro, 2015

alt

A indústria 4.0, considerada a nova revolução industrial, foi debatida na reunião do Conselho Temático Permanente de Política Industrial e Desenvolvimento Tecnológico (COPIN) da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, que preside o Conselho, destacou que o tema foi amplamente debatido no Encontro Econômico Brasil Alemanha (EEBA), que se encerrou na última terça-feira (22). A Alemanha é considerada referência em indústria 4.0. O Brasil tem iniciativas na área, mas pode avançar.

 

Na reunião, Côrte destacou que o Conselho deve atuar com ações de curto e longo prazos. A primeira age em questões urgentes e prioritárias para responder a medidas como as que foram anunciadas pelo governo federal recentemente, afetando diretamente o setor produtivo. No longo prazo, a proposta é pensar a indústria do futuro, contexto em que se insere a indústria 4.0, também conhecida como digitalização da economia ou manufatura avançada. “As análises da CNI indicam queda brutal na produção da indústria em 2015. Estamos ano a ano perdendo espaço”, alertou, destacando que a indústria não pode perder sua capacidade de inovar em função da situação política atual.  

 

O presidente da FIESC também apresentou um panorama da economia brasileira e destacou a queda de 6,6% na produção industrial e de 6,5% nas vendas no acumulado do ano até julho. As exportações de janeiro a agosto reduziram 16,7%.

 

No encontro, o diretor de desenvolvimento institucional e industrial da FIESC, Carlos Henrique Ramos Fonseca, apresentou o status atual do Programa de Desenvolvimento Industrial Catarinense (PDIC 2022).

 

A reunião do COPIN, tradicionalmente realizada em Brasília, trouxe para Florianópolis conselheiros de diversos Estados. No âmbito do Conselho, eles representam federações de indústria, além de entidades setoriais, como a ABINEE e ABIMAQ. O próximo encontro está marcado para o dia 25 de novembro, em Brasília.

 

Fonte: FIESC