/ Notícias

Confira nossas notícias

Blumenau é destaque na indústria de autopeças em SC

25 de Fevereiro, 2014

alt

Em 2011, a indústria de autopeças de Santa Catarina possuía 167 estabelecimentos ligados a esse segmento. Uma evolução positiva quando comparado ao ano 2000, quando o Estado contava com 68 indústrias relacionadas à indústria de autopeças. No Estado, o setor é voltado especialmente para o mercado de reposição, que reúne fabricantes de autopeças, distribuidores, varejo e reparação de veículos.

As informações foram retiradas da monografia Características da estrutura da indústria de autopeças do Estado de Santa Catarina, elaborada pela estudante do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Santa Catarina no ano de 2013. O trabalho teve a orientação do Professor Doutor Silvio Antônio Ferraz Cario.

A microrregião de Blumenau foi a que apresentou maior número de novos estabelecimentos criados nesse período, 16. Em seguida, aparece a microrregião de Joinville, com 7 novos estabelecimentos entre os anos de 2000 a 2011.

As microrregiões de Itajaí (10), Campos de Lages (3), Criciúma (7), Rio do Sul (14) e Florianópolis (9), quando consideradas conjuntamente, também se destacam como produtoras, apresentando 34% dos estabelecimentos ligados ao segmento.

Veja no link abaixo tabela com os números das empresas de autopeças instaladas no Estado nos anos 2000 e 2011. As informações são da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

http://goo.gl/rsVt9h

Do total de estabelecimentos ligados à indústria de autopeças catarinense em 2011, cerca de 70% se enquadravam na categoria microempresa.

Com cerca de 20% do total, estavam as pequenas empresas.

As empresas de médio e grande porte foram as menos representativas, com 8,4% e 2,4%, respectivamente.

As microempresas apresentaram maior crescimento em termos de quantidade entre os anos de 2000 e 2011, passando de 50, em 2000, para 115, em 2011.

Confira nesse link a tabela: http://goo.gl/nVlbYM (Fonte: RAIS/MTE)

Em relação aos postos formais de trabalho na indústria de autopeças catarinense, a pesquisa aponta uma evolução desse número entre os anos 2000 e 2011.

A microrregião de Blumenau foi a que apresentou maior número de novos postos formais de trabalho criados nesse período, 1.141. Em seguida, aparece a microrregião de Rio do Sul, com 845 e microrregião de Joinville, com 382.

Durante esse período, os postos formais de trabalho no setor cresceram uma média de 35% ao ano.

Do total de postos formais de trabalho em Santa Catarina, 8.085 em 2011, cerca de 42% estavam alocados em empresas de grande porte.

As empresas de médio porte, por sua vez, detiveram cerca de 32% dos postos formais de trabalho.

Em seguida, aparecem as empresas de pequeno porte e as microempresas, responsáveis por cerca de 18% e 7%.

Fonte: Noticenter